Notícias

Science Stories

É a concretização da nossa missão. Desde a sua criação a Fundação BIAL já aprovou para financiamento 865 projetos, envolvendo mais de 1700 investigadores de 30 países. São três décadas de apoios a Projetos de Investigação Científica orientados para o estudo neurofisiológico e mental do ser humano, nas áreas da Psicofisiologia e da Parapsicologia.

Conheça as histórias por detrás da ciência.

Science Stories

Poderá o comportamento não-verbal do prestador de cuidados de saúde modular os relatos de dor e os efeitos placebo?

Os efeitos de comportamentos não-verbais de prestadores de cuidados de saúde nos relatos de dor e efeitos placebo podem ser diferentes entre homens e mulheres.

Saber mais

Em que medida os limites do nosso corpo parecem desaparecer durante a meditação de atenção focada?

Investigação revela que uma sessão de meditação de atenção focada de 15 minutos permitiu esbater a fronteira entre o eu e o ambiente.

Saber mais

É possível regular a sensação de repugnância através da toma de placebo imaginário?

Estudo comparou os efeitos de um comprimido placebo e de um comprimido imaginário na redução da repugnância induzida visualmente.

Saber mais

Intervenção online baseada em mindfulness melhora memória e atenção de idosos

Investigação avaliou os resultados cognitivos, psicológicos e fisiológicos de intervenção baseada em mindfulness num grupo de idosos saudáveis.

Saber mais

Identificação de molécula envolvida na extinção do medo abre caminho a novas terapias para a ansiedade

Descoberta de mediador responsável pela alteração das memórias de medo pode contribuir para a criação de novas terapias para o tratamento da ansiedade.

Saber mais

Será que a cegueira afeta o modo como avaliamos se uma emoção é autêntica ou fingida?

Resultados indicaram que participantes que se tornaram cegos mais tardiamente tiveram pior desempenho na avaliação da autenticidade emocional.

Saber mais

Experiências subjetivas de morte pessoal induzidas pela Ayahuasca

Investigadores analisaram estudos sobre experiências autorrelatadas relacionadas com a sensação de morte durante cerimónias de ayahuasca.

Saber mais

Poderíamos ter capacidades psíquicas se o nosso cérebro não as inibisse?

Investigação testa novo modelo neurobiológico e conclui que lobos frontais do cérebro funcionam como filtro para suprimir capacidades psíquicas inatas.

Saber mais

O impacto da comunicação pós-morte no luto

Estudo com 70 indivíduos que vivenciaram comunicação pós-morte com parceiros ou cônjuges falecidos revela que a maioria a considerou reconfortante e útil no seu luto.

Saber mais

News

Será que os investigadores psi e os céticos pensam de forma semelhante?

Fenómenos psi, como perceção extrassensorial e sobrevivência após a morte física, que não são explicados por processos cognitivos, neurais ou fisiológicos conhecidos, têm gerado interesse e curiosidade, mas também controvérsia. Os estilos cognitivos relacionados com a avaliação da evidência e a obtenção de conclusões são relevantes para a natureza controversa da psi, pois fornecem uma visão mais aprofundada de como diferentes grupos abordam os fenómenos psi. A equipa de investigação, liderada por Marieta Pehlivanova, comparou os estilos cognitivos, especificamente o pensamento mente ativamente aberto (em inglês Actively Open-minded Thinking - AOT) e a necessidade de resposta (em inglês Need for Closure - NFC), de 144 participantes divididos em quatro grupos: investigadores académicos de psi, indivíduos leigos que acreditam em psi, académicos que são céticos em relação à psi e leigos que são céticos. Por um lado, observaram que os investigadores académicos de psi demonstraram elevados níveis de AOT, semelhantes aos dos académicos e dos leigos céticos, e que o grupo psi leigo tinha níveis mais baixos de AOT do que os outros grupos. Por outro lado, não foram encontradas diferenças significativas na NFC entre os grupos, e os investigadores académicos de psi exibiram elevados níveis de crença psi comparáveis aos dos leigos crentes. Estes resultados sugerem que, apesar de sua grande crença nos fenómenos psi, os investigadores psi têm necessidade de certeza e de recolher evidências para suportar o raciocínio, tal como os céticos. Este estudo foi desenvolvido no âmbito do projeto de investigação 212/20 - Comparing cognitive styles among parapsychology researchers, psi-believers, and skeptics, apoiado pela Fundação BIAL, e publicado na revista científica Frontiers in Psychology, no artigo Cognitive styles and psi: psi researchers are more similar to skeptics than to lay believers.

Saber mais

Fundação BIAL traz a Portugal António Damásio para conferência “Sobre a Fisiologia da Mente”

Para assinalar os seus 30 anos, a Fundação BIAL traz a Portugal António Damásio e Hanna Damásio, para uma conferência que vai ter lugar no dia 9 de outubro em Lisboa.

Saber mais

Quais são os efeitos da expectativa na perceção de faces e a sua relação com a expertise?

No âmbito do projeto de investigação 129/20 - Investigating the role of expertise in the predictive coding framework combining time resolved neural and behavioural evidence, apoiado pela Fundação BIAL, Marie Smith e colaboradores, através de uma tarefa de categorização comportamental em que 67 participantes aprenderam a associação probabilística entre uma cor e uma categoria visual de alta e baixa expertise (faces e carros, respetivamente), avaliaram o nível individual de expertise em cada categoria. Encontraram que a perceção da categoria de alta expertise (faces) foi modulada pela expectativa. Ou seja, houve uma resposta mais rápida quando as faces eram esperadas. Além disso, na análise da atividade neural (EEG), houve efeitos da expectativa, com descodificação significativa da resposta neural a estímulos esperados. Estes resultados apoiam a influência da expectativa na perceção de faces, destacam o papel da expertise e chamam a atenção para a variabilidade individual que, muitas vezes, é negligenciada. Mais informações disponíveis no artigo Effects of expectation on face perception and its association with expertise publicado na revista científica Scientific Reports.

Saber mais

Será que a capacidade de inibir ações é influenciada por estímulos emocionais?

A capacidade de inibir ações motoras em curso é essencial para evitar consequências prejudiciais. A inibição eficaz depende principalmente do funcionamento de diversas áreas, como o córtex motor pré-suplementar (pre-SMA). A equipa de investigação, liderada por Sara Borgomaneri, explorou possíveis mudanças na capacidade de 66 participantes em inibir ações perante posturas corporais humanas emocionalmente negativas ou neutras, apresentadas numa tarefa de stop signal, antes e depois da aplicação de uma sessão de estimulação magnética transcraniana repetitiva (EMTr) sobre o pre-SMA, o giro frontal inferior direito (rIFG) e o córtex motor primário esquerdo (lM1). Observaram um tempo de reação mais curto perante estímulos emocionalmente negativos após a aplicação de uma sessão de EMTr inibitória sobre o pre-SMA. Por outro lado, houve um tempo de reação mais curto perante posturas corporais neutras após a administração de rTMS sobre o rIFG. Não foram observadas alterações significativas após a estimulação do lM1. Estes resultados suportam a existência de efeitos emocionais nos sistemas de controlo motor e fornecem evidências de que tais efeitos podem envolver vias neurais separadas e distintas daquelas associadas à inibição motora em contextos neutros. Este estudo foi desenvolvido no âmbito do projeto de investigação 33/22 - The influence of emotions on actions: Boosting brain network plasticity to ameliorate action control, apoiado pela Fundação BIAL, e publicado na revista científica Annals of the New York Academy of Sciences, no artigo The role of pre-supplementary motor cortex in action control with emotional stimuli: A repetitive transcranial magnetic stimulation study.

Saber mais

Apoios à Investigação Científica 2024/2025: candidaturas até 31 de agosto

Com o objetivo de incentivar o estudo científico do ser humano, tanto do ponto de vista físico como espiritual, a Fundação BIAL abre um novo concurso de Apoios à Investigação Científica nas áreas da Psicofisiologia e da Parapsicologia.

Saber mais

Prémio BIAL de Medicina Clínica 2024: candidaturas até 31 de agosto

Estão abertas as candidaturas para a 21ª edição do Prémio BIAL de Medicina Clínica. O prazo de submissão termina a 31 de agosto.

Saber mais

Prémio Maria de Sousa 2024: candidaturas até 31 de maio

O Prémio Maria de Sousa visa galardoar e apoiar jovens investigadores portugueses, de idade igual ou inferior a 35 anos, em projetos de investigação na área das Ciências da Saúde.

Saber mais

Fundação BIAL celebra 30º aniversário

A Fundação BIAL celebra hoje 30 anos de atividade mecenática em três vertentes com o objetivo de estimular novas descobertas e contribuir para a melhoria da vida humana.

Saber mais

Bolsa de Doutoramento Nuno Grande 2023 já tem vencedor

O estudante do programa doutoral em Ciências Médicas do Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar (ICBAS), João Moura, foi o vencedor da segunda edição da Bolsa de Doutoramento Nuno Grande (BDNG) com um projeto de investigação sobre encefalites.

Saber mais

Looking for collaboration

The quest of physiological markers for the experience of pain

Researcher: Elia Valentini - Department of Psychology & Centre for Brain Science, University of Essex Summary: The aim of this project is to improve measurement of the human experience of pain by investigating a combination of psychophysical and physiological responses during mild noxious stimulation. More specifically, we want to investigate how sensitive and specific to pain the brain oscillatory responses are. We use EEG as the main technique, but we are keen to collaborate with neuroscientists using fMRI, autonomic measures and brain stimulation as well as with computational neuroscientists. A clinical collaborator would also be very much welcome.

Saber mais

EEG investigation of hypnosis and decision-making

Researcher: Rinaldo Livio Perri - University Niccolò Cusano Rome, Italy Summary: I work in the field of hypnosis and cognitive neuroscience. In particular, I adopt the event-related potentials (ERPs) to investigate the effect of the hypnotic suggestions on sensory processing and cognitive performance. I am an expert in decision-making and proactive brain processes before the stimulus administration (e.g., the perceptual, prefrontal and premotor readiness during the expectancy stage). I could help colleagues to properly analyze the ERP signal in the pre-stimulus stage of processing. Also, I would be happy to share my EEG data for re-analyzing them in the frequency domain (e.g., wavelet or coherence analysis in the hypnosis research). Feel free to contact me for any question! More information on my papers: https://scholar.google.it/citations?user=-8e_V64AAAAJ&hl=it Possible collaborations: neuroscientist with experience in the EEG frequency analysis Email: perri.rinaldo@gmail.com

Saber mais

Transparent Psi Project - looking for collaborators

Summary: We are running a fully transparent, expert consensus-base multilab replication of Bem’s (2011) experiment 1. The project features state of the art methods to maximize transparency and study integrity. The study involves a computerized experiment taking about 20 minutes per session. Group testing is possible in a computer lab, no specialized equipment needed. Labs are expected to recruit at least 100 participants. Participants will be exposed to images with explicit erotic/sexual content in the experiment. No financial compensation is required for the participants. Data collection is expected to take place in the 2020 fall semester. Every material is provided for ethics/IRB submissions and data collection in English (translation of materials might be necessary by the collaborators). The study is pre-registered and the manuscript is accepted in principle for publication in the journal Royal Society Open Science. All collaborators who meet the minimum sample size criterion will get authorship on this paper reporting the results of the replication study. More information in the preprint: https://psyarxiv.com/uwk7y/ Indicate interest in the collaboration via the following form: https://tinyurl.com/tpp-labs With any question contact the lead investigator: Dr. Zoltan Kekecs, kekecs.zoltan@gmail.com

Saber mais

Cognitive control and learning

Researcher: Ignacio Obeso, Ph.D. / CINAC - HM Puerta del Sur Summary: The aim of our projects is to understand the behavioral and neural mechanisms used to learn how humans establish adaptive behaviour in changing contexts. More specifically, we want to decipher how stopping abilities are initially learned and later executed under automatic control. We use task-related fMRI, brain stimulation and clinical models to test our predictions in laboratory settings as well as online home-based paradigms. Possible collaborations: computational scientist Email contact: i.obesomartin@gmail.com https://iobesomartin.wixsite.com/cognitivecontrol

Saber mais